Educação Condutiva - com amor

Quero escrever sobre Educação Condutiva porque me apaixonei por este método, cheio de amor, que tem atendido aos meus filhos com p.c. Quero descrever o que tenho estudado, aprendido, escutado e sentido ... Tenho a vontade de abraçar o mundo e fazer com que todas as crianças na mesma condição motora de meus filhos, tenham a chance de receber toda esta inteligência, técnica, forma de agir, pensar e sentir, que com todo carinho o Dr. Andras Peto deixou de herança.

Wednesday, August 25, 2010

Crianças, pais e condutoras


Quase trinta dias depois de terminado nosso curso de férias, ele ainda fermenta em nosso entorno. Vivenciando uma sensação que parece não terminar, continuamos saboreando as conquistas realizadas pelo quarto ano consecutivo de nosso grupo Com Amor. As experiências que vivemos em Florianópolis, recebendo neste ano crianças de Americana, Porto Alegre, Belo Horizonte e de regiões de Santa Catarina, ficam latejando ainda por alguns meses em nosso dia a dia.

Para as crianças o convívio no grupo, observando novas deficiências, brincando por igual, convivendo com diferentes diferenças de forma intensa, aprendendo, trabalhando, se emocionando, construindo e ganhando. São sete horas diárias de educação condutiva, exercendo intensamente o cérebro e as funções motoras.

Para os pais conhecer dicas de outras famílias, compartilhando histórias, momentos, emoções, tentativas, descobertas, conquistas. Nossas manias ficam minimizadas, nossos medos esquecidos, nossas atitudes valorizadas. Passar três semanas sem almoçar com nossos filhos, nos faz sentir um vazio, mas ao mesmo tempo uma forte sensação de liberdade para eles, que estão tendo um tempo somente deles, com amigos semelhantes a eles, percebendo a vida deles mesmos.

Neste último mês de julho vivemos um momento ainda mais especial, compartilhamos nossa rotina com duas condutoras, tivemos alta produtividade e excelente desempenho de nosso grupo. Com amor nos despedimos de nossa condutora Becky Featherstone, inglesa que esteve tanto tempo dedicada a este grupo, construindo cada detalhe de nossa nova sala e sempre buscando um dia melhor para nossas crianças. Ao mesmo tempo damos as boas vindas a condutora Anna Szabo, húngara que assume o grupo Com amor com novas idéias e propõe mudanças em busca de novas aquisições que determinem independência para nosso filhos.

Pela primeira vez publico aqui neste blog os rostos que fazem a alegria de nossas crianças em nossa rotina diária, a elas que fazem tudo acontecer e procuram fazer a diferença, provocando a mudança e a novidade, nos oferecendo uma rotina transformada. Obrigada Fernanda, Laura, Melina, Gisele, Maisa, Juliana, Rafaela, Becky e Anna.

4 Comments:

Anonymous Ticiana Gevaerd said...

Coisa boa ver as meninas aqui!!! :) Com certeza a alegria das crianças com elas é a mesma que elas sentem!!! Nunca vou esquecer do final do curso do ano passado! é um dos momentos mais especiais dos vários que tive na EC!! só quem participa mesmo pra saber!! tenho tantas saudades.. ano que vem quero me programar, e se vcs me aceitarem quero poder participar do cursoooo!!! rs!
Sucesso, Força, Determinação e Amor sempre pra esse grupo lindo!
Um beijo!!!! Tici

11:10 PM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Tici,

Primeiro obrigada pelo empurrão... voltar a escrever precisa de uma forcinha... :)

SEMPRE serás bem vinda minha amiga ao nosso grupo, viva!

Beijos
Leticia

7:41 AM  
Blogger lucia said...

Oi Letícia

Ontem encontrei o Rafael e ele me contou de seu fantástico projeto educacional. Olhei seu blog e achei muito, muitíssimo interessante: sua experiência existencial, sua busca pela superação, sua dedicação e persistência. Além de todos os benefícios para seus filhos e sua família, dá para perceber o seu profundo crescimento pessoal, uma ampliação dos limites de sentido da vida que foge do "lugar comum".

Parabéns!!! Muito mais sucesso no seu projeto.

Um beijo e um grande abraço

Lúcia Helena Martins Pacheco (sua professora na Computação)

8:54 AM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Professora Lúcia,

Não são poucos os momentos que lembro das aulas de álgebra! E depois código binário... já nem lembro os nomes das disciplinas que construiram meu 'perfil'. :)

Essa sedimentação vem com as experiências, neste momento compartilho esta: existencial.

Um grande beijo com amor!

Leticia

11:03 AM  

Post a Comment

<< Home